Lançamento

BICHO GEOGRÁFICO

Autor: BERNARDO BRAYNER

Vasta e sutil catedral de orfandades, a elegia que nos propõe este livro é ao mesmo tempo física e espiritual. Recorrentes, as lembranças se impõem como motivos musicais e, no seu encantamento de ritornelo, trazem de volta cenários de um tempo perdido. Numa miríade de situações, o eu de várias idades se reencontra consigo numa arena em que as recordações traem o contador de si e, nisto, o levam de volta a uma dimensão de amplas possibilidades. É neste exercício de bicho geográfico que a memória alcança exorcizar a solidão. Mas este não é um livro assombrado pelas lembranças. É sobretudo um livro de amuletos. Aqui, recordar é uma operação tátil. Imagina-se, de longe, a candura e a calidez do contato perdido, inclusive o contato com os admiráveis modelos do mundo pregresso.

  • Dimensões:

    16 X 22cm
  • Assunto:

    Literatura/Ficção
  • ISBN:

    978-65-86616-64-4
  • Nº de páginas:

    108
  • Ano de edição:

    2020
BERNARDO BRAYNER

O autor: BERNARDO BRAYNER

Bernardo Brayner nasceu no Recife-PE, em 1975. Estudou Comunicação na UFPE e na Unicap. É redator publicitário e escritor. Publicou em diversos sites, jornais e revistas . Mantém o blog www.livrosquevoceprecisaler.wordpress.com e atua como colaborador do Suplemento Pernambuco. Publicou Um animal estranho (Editora e-galáxia) e participou da Antologia Joaquim ( Editora Mariposa Cartonera). Publicou o ensaio Nunca vi as margens do rio Ybbs. É autor também de Tudo é grande demais para a pobre medida da nossa pele, e O livro dos tubarões..

Outros livros

  • A EMPAREDADA DA RUA NOVA
  • O OLHAR QUE PENETRA NAS CAMADAS DO MUNDO
  • CRONOMÁTICAS E OUTROS CONTOS
  • A NOITE SEM SOL
Ver Catálogo Completo